Archives

Banda britânica Neck Deep anuncia turnê por quatro capitais em abril

Abril promete muitas alegrias para os fãs de pop-punk. O Neck Deep, um das expoentes da renovação do gênero, chegará ao Brasil pela primeira vez com a tour do álbum “The Peace and the Panic”, seu terceiro álbum. A banda passará por São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre entre os dias 05 e 09 de abril. Os ingressos já estão disponíveis para venda.

Os jovens de Wrexham, País de Gales, somam prêmios da Kerrang! e Alternative Press, fizeram turnês bem-sucedidas e já trabalharam com grandes nomes como Mark Hoppus (Blink-182) e Chris Carrabba (Dashboard Confessional). Agora, a banda chega ao patamar de sucesso comercial com seu mais recente álbum, lançado pela Hopeless Records.

Lançado no último mês de agosto, “The Peace and The Panic” atingiu o #2 da lista de vendas de álbuns nos Estados Unidos e no #4 da Top 200 da Billboard. e ultrapassou a marca de 8,5 milhões de reproduções nas plataformas de streaming em apenas uma semana. O disco de 11 faixas, produzido por Mike Green (Pierce The Veil, Paramore), é uma meditação sobre a constante dualidade da vida e as dificuldades que vêm com isso e mostra a maturidade da banda e do gênero.

Parece muito para músicos cuja média de idade é apenas 23 anos, mas Ben Barlow (vocal), Matt West (guitarra), Sam Bowden (guitarra), Fil Thorpe-Evans (baixo) e Dani Washington (bateria) vem se destacando na cena desde o começo dos anos 2010 e colocando suas vidas em canções.

Eles vão dividir noite no Brasil com a Dinamite Club,  um dos principais representantes do pop-punk na cena paulistana atual. A banda é formada por Bruno Peras (voz), Márcio Rodrigues (guitarra), Leon Martinez (guitarra) e Eric Matern (bateria). Eles apresentarão as canções do seu mais recente trabalho “Nós Somos Tudo o Que Temos”.

A turnê é uma realização da Tree Productions e os ingressos estão disponíveis em: https://pixelticket.com.br/eventos/grupo/1826/neckdeep-brasil

Abaixo mais informações sobre as datas e locais:

Neck Deep + Dinamite Club no Rio de Janeiro

Data: 05/04

Local: Teatro Odisseia

 

Neck Deep + Dinamite Club em São Paulo

Data: 07/04

Local: Fabrique

 

Neck Deep + Dinamite Club em Curitiba

Data: 08/04

Local: Basement Cultural

 

Neck Deep + Dinamite Club em Porto Alegre

Data: 09/04

Local: Agulha

Ruxell homenageia terra natal em single “Zona Oeste”

A ginga e o calor do subúrbio carioca se encontram em “Zona Oeste”, nova música de Ruxell. Morador de Jacarepaguá, o DJ e produtor musical coloca a Zona Oeste como protagonista do primeiro single do seu álbum de estreia, que chega em 2018 aos principais serviços de streaming e reúne convidados especiais. A faixa é um lançamento do selo americano Waxploitation.

Ouça o single: http://bit.ly/ZOSpotify

“Zona Oeste é uma área onde é tudo muito misturado, temos muitas pessoas de diversos tipos e classes. Eu misturei funk, brazilian bass, bass house, Miami bass e trap na mesma música com essa intenção. A ideia é promover a união e mostrar pra todos que a gente tem que se importar menos com rótulos e prateleiras na vida de um modo geral”, conta Ruxell.

Ruxell está num momento interessante da carreira, refinando seus lançamentos e colhendo os frutos da produção do hit “Pesadão”, da cantora IZA. A escolha de “Zona Oeste” como single do novo álbum não foi por acaso – ela apresenta muito da clima do álbum de estreia do artista.

O lançamento será feito pela Waxploitation, selo que completou 20 anos em 2016 com um catálogo que traz nomes como Gnarls Barkley, Danger Mouse, Broken Bells, Rome (com Jack White e Norah Jones) e Dark Night of the Soul (com David Lynch). A gravadora também tem uma longa relação com a música no Brasil, trazendo lançamentos do produtor Leo Justi e difundindo outros lançamentos de vanguarda nas cenas eletrônica, hip hop, indie e latina.

Ouça “Zona Oeste”:

Spotify: http://bit.ly/ZOSpotify

Deezer: http://bit.ly/ZODeezer

Apple Music: http://bit.ly/ZOApple

Google Play: http://bit.ly/ZOGPlay

Soundcloud: http://bit.ly/ZOSoundcloud

Banda Tereza lança novo single em parceria com rapper Raffa Moreira

A banda Tereza termina o ano com chave de ouro. O single “Sonhos de Dezembro” antecipa o clima do próximo disco, com previsão de lançamento para 2018. A música conta com duas participações especiais: o rapper de Guarulhos, Raffa Moreira; e o guitarrista Alex Martinho. A faixa composta por Mateus Sanches também contou com mixagem e masterização feitas pelo guitarrista. A canção já se encontra disponível nas principais plataformas de streaming. O lançamento é do selo Slap, da Som Livre.

Ouça “Sonhos de Dezembro”: http://spoti.fi/2yALZxY

Essa é a primeira novidade da Tereza após o bem-recebido single “Sonhos de Kassin”, lançado este ano. Com uma letra reflexiva, a nova canção fala sobre duvidar de si mesmo e traz um solo de guitarra enérgico. Mateus conta mais sobre a faixa: “Escrevi essa música no mesmo dia em que escrevi a ‘Sonhos de Kassin’, em dezembro do ano passado. Elas têm temas parecidos, ambas de certa forma falam sobre ansiedade e insegurança. Enquanto a ‘Kassin’ tem um clima mais leve, a ‘Dezembro’ traz dúvidas. O Raffa veio com um verso muito inteligente, que contrapôs-se à música com uma perspectiva mais otimista”.

Um dos principais nomes da rica cena independente do Rio de Janeiro, a Banda Tereza surgiu em 2009 formada por Mateus Sanches, João Volpi, Sávio Azambuja, Vinícius Louzada e Rodrigo Martins. O currículo já conta com apresentações ao lado de artistas como Nando Reis e Nação Zumbi. Em 2012, ganharam o Prêmio Multishow na categoria Artista Revelação, e trazem ainda os álbuns “Vem Ser Artista Aqui Fora” (2013) e “Pra Onde A Gente Vai” (2015).

Tereza (Crédito: Fábio Seixo)

Ouça “Sonhos de Dezembro”:

 

Spotify: http://spoti.fi/2yALZxY

Deezer: http://bit.ly/2AN6s8F

Apple Music: http://apple.co/2oc6QYx

Google Play: http://bit.ly/2oenpDl

YouTube: https://youtu.be/Hi70TpurvdY

 

Letra da música:

 

Tem dias que é tão difícil de viver

Tem dias que eu tenho medo

Tem dias que é tão difícil de me ser

Eu tenho em mim tantos segredos

Será que eu vou conseguir ser o que quer que eu tenha de ser

Eu não quero ter que querer mas espero que

Ame-me ou deixe-me em paz

 

Ervas nos melhores dias ou nos piores

Eu não to viciado eu espero

Quanto de limite ainda tem no crédito?

Não sei se eu to zoando ou se eu levo isso tudo à sério

 

Fernando Clothing, faixa no soundcloud

Acordei hoje inseguro, amanhã eu to calmo

Todo dia eu to calmo, se eu não to eu me acalmo

Eu nunca perco meu passo

Tentando ganhar espaço

Tropeço

 

Conceito na caminhada, ninguém me nota

Nas curvas eu reduzo como o bebê triste chora

Dias tristes são normais pra quem vive na borda

Eu nunca fui aceito então criei minha moda

E algumas vezes triste, normal

Acabei mandando o mundo se foder

Louco, virado, pobre, infeliz

Eu agradeço à quem entendeu

Que isso é fase, normal, faz parte

 

Tem dias que é tão difícil de viver

Ame-me ou deixe-me em paz

Tanto faz, se eu chorei lá atrás

Foi difícil no começo mas eu quis tentar

Nunca dei ouvidos a quem disse “para Raffa”

 

Tenho amigos reais, baby, hoje

Os mais reais, os mais reais, hoje, baby

Mas já vivi dias ruins, eu me lembro

Eu cresci por dentro

Parecia lento mas passou, era só um dia

 

Tem dias que é tão difícil de viver

Tem dias que eu tenho medo

Tem dias que é tão difícil de me ser

Eu tenho em mim tantos segredos

Será que eu vou conseguir ser o que quer que eu tenha de ser

Eu não quero ter que querer mas espero que

Ame-me ou deixe-me em paz