5 maneiras de melhorar a comunicação da sua pequena empresa

Engana-se quem pensa que apenas as grandes empresas e multinacionais é que precisam investir em comunicação. Isso porque, quando se fala nesse assunto, a primeira associação que a maioria das pessoas faz é com relação à propaganda. Embora não esteja incorreta, essa noção deixa de lado uma série de ferramentas mais simples e que ajudam a tornar a empresa muito mais aberta e acessível ao consumidor, à imprensa e a todos os seus públicos-alvo, de fornecedores a funcionários.

Confira algumas das iniciativas de comunicação que a sua empresa pode realizar agora com um investimento financeiro muito menor do que você imagina – e um retorno que oferece um ótimo custo-benefício:

1) Esteja presente nas redes sociais.

redesociais

Ter uma página oficial da empresa nas principais redes sociais, como o Facebook, o Twitter, o Instagram e o YouTube, são essenciais para manter um canal aberto com os clientes. Mas mais que isso, é importante estar sempre presente em cada um desses perfis, atualizando com novas informações ou curiosidades sobre os seus produtos e serviços e respondendo às solicitações dos seus amigos, fãs ou seguidores. O ideal é que a organização invista na contratação de uma agência ou profissional de Comunicação para a produção do conteúdo que será veiculado nessas páginas, mas caso não seja possível, mantenha uma frequência constante de posts e leve sempre em consideração o que pode ser interessante para o público com o qual você está se comunicando.

2) Tenha um website.

site_internet

É uma prática cada vez mais constante que empresas divulguem apenas seus endereços no Facebook para o público em geral, e é compreensível, pois é um local na web que está sendo constantemente atualizado com informações sobre sua marca, além de possibilitar um diagnóstico de interação com o conteúdo que torna-se muito valiosa para definir uma gama de estratégias de comunicação. No entanto, é importante não abrir mão de possuir um site, com domínio próprio, e as informações mais importantes sobre a sua organização – qual sua missão, visão, valores, história, etc. Esse ainda é visto pelo cliente como um cartão de visitas da empresa e um atestado de autenticidade da sua marca, o que a coloca no mapa da internet de fato.

3) Esteja aberto à imprensa.

coletivadeimprensa

Não só é primordial estar bem informado sobre os acontecimentos atuais e, mais especificamente, sobre o seu mercado, mas também é imprescindível que sua empresa esteja sempre disposta a atender a imprensa da melhor forma possível, seja respondendo perguntas dos jornalistas ou agendando visitas, entrevistas e coletivas caso seja necessário. Mesmo na impossibilidade de contratar uma assessoria de imprensa, é necessário que seja eleito um porta-voz para tratar de determinados assuntos, de forma a atender às necessidades dos jornalistas com a maior precisão.

4) Invista em eventos.

patrocinio

Busque se envolver com os eventos do seu segmento de mercado, sejam eles feiras, workshops ou exposições. Também vale patrocinar atividades culturais e esportivas que tenham o mesmo público alvo que a sua empresa – por exemplo, jovens universitários. Se a verba não possibilita esse investimento, dedique pelo menos parte dela para envolver seus funcionários, com eventos e encontros de fim de ano, aniversário da firma ou outras datas comemorativas. Dessa forma, será possível se aproximar de seu público interno e ter um contato direto com ele.

5) Crie um veículo de comunicação interna.

modelo-mural5

Muitas empresas deixam de lado os cuidados na comunicação voltada para seus funcionários e fornecedores, pois estes já têm uma relação direta com a empresa, e focam seus esforços apenas na comunicação externa. Entretanto, a falta de diálogo entre os diferentes setores de uma organização e mesmo a famosa “rádio peão”, um telefone-sem-fio que repassa informações equivocadas, é um dos mais comuns problemas de uma empresa e que podem trazer consequências para sua gerência e condução. O ideal é que a organização conte com um canal de comunicação direto e oficial com seus públicos internos, seja por meio da intranet, de um jornal mural, de newsletters, de um house organ (os famosos informativos ou jornaizinhos) ou de uma rádio instalada nos ambientes de trabalho. A estratégia depende do investimento que a empresa pode fazer, mas é sempre recomendável contar com a ajuda de um jornalista ou relações públicas na confecção deste material, já que se trata de um diálogo oficial da direção da organização com seus colaboradores e a informação veiculada ali deve ser a mais correta, direta e idônea possível.

Viu só como as ferramentas de comunicação são muito mais versáteis que se imagina? Cada uma delas cumpre um papel que facilita chegar aos seus múltiplos públicos alvo e é muito importante para que uma empresa, pequena ou grande, não fique isolada do mundo na era da internet e da informação. 

Quer investir em comunicação para a sua empresa? Entre em contato com a Build Up Media!