Banda Tereza questiona amores e inseguranças no single “Adidas”

Destaque da cena do Rio de Janeiro, a banda niteroiense Tereza lança novo single debatendo inseguranças contemporâneas, como relacionamentos, comportamento e aparências. O single “Adidas” segue a estética dos lançamentos recentes da banda e está disponível nas plataformas de música digital através da slap, da Som Livre.

Ouça o single “Adidas”: https://slap.lnk.to/Adidas

Escrita, produzida e mixada por Mateus Sanches, a faixa conta com a participação especial de Isabela Pina nos vocais. Com uma estética indie pop, a música dialoga com os singles mais recentes da banda, “Sonhos de Dezembro” e “Sonhos de Kassin”. Escritas todas ao mesmo tempo, as canções trazem uma nova banda e apostam em temáticas diferentes sem esquecer da leveza e do bom humor.

“Escrevi essa música na mesma época que fiz os nossos dois últimos lançamentos. Por isso mesmo, a  ideia era fazer com que ela também fosse uma música da série dos ‘Sonhos’, mas no final percebi que por mais que tivesse sido feita junto com as outras, tinha outro espírito. Não sei se esteticamente essa música representa algo no futuro da banda. Mas há um álbum vindo”, antecipa Mateus.

Além dele, a banda conta com João Volpi, Sávio Azambuja, Vinícius Louzada e Rodrigo Martins. Formado em 2009, o grupo foi nomeado em homenagem a Tereza Monnerat, garota mais bonita do colégio em que eles se conheceram. O currículo deles conta com apresentações ao lado de artistas como Nando Reis e Nação Zumbi e dois álbuns de estúdio (“Vem Ser Artista Aqui Fora”, de 2012, e “Pra onde você vai”, de 2014) . Em 2012, ganharam o Prêmio Multishow na categoria Artista Revelação. Atualmente a banda trabalha em um novo disco.

Ouça o single “Adidas”: https://slap.lnk.to/Adidas

Ficha técnica:

Intérpretes: Tereza e Isabela Pina.

Composição, produção e mixagem: Mateus Sanches

 

Letra:

 

Ela é a gravidade que mantém meus pés no chão, mantém meu coração

Não vou conseguir sem você, eu não vou conseguir sem você

 

Você me chama de boba e maluca, eu chorei quando escrevi essa música

Fica em paz e não volta, mas volta

 

Você sabe que eu odeio as suas amigas, elas só pensam em adidas

Eu dei amor mas você quer disputa eu não vou continuar nessa luta

 

Eu odeio as suas amigas, elas só pensam em adidas

Você me chamou de boba e maluca, eu chorei quando escrevi essa música