Com um time de músicos de destaque, Mani Carneiro lança novo single e clipe

O novo single de Mani Carneiro chega como se anunciasse um ponto de virada. Muito mais do que a segunda canção do futuro álbum a ser revelada, a música “Depois de Agora” traz parcerias com profissionais de destaque no cenário nacional. Gravado no prestigiado estúdio YB, em São Paulo, o time traz a produção musical e percussão de Jam da Silva (Dona Margarida Pereira, DJ Dolores & Orquestra Santa Massa, O FURTO), os arranjos de metais do americano Mark Lambert (Astrud Gilberto, Milton Nascimento, banda Renascence), e a mixagem e masterização de Chico Neves (Paralamas, Lenine, Los Hermanos, Nando Reis, Arnaldo Antunes).

Além do single, o clipe deixa transparecer o clima positivo da gravação. Filmado e editado pelo diretor de fotografia Fernando Cirillo, ele mostra o processo de gravação, além da interação de Mani com toda a equipe, como os músicos da Orquestra Jazz Sinfônica de São Paulo: Francisco Duarte (trompas), Marco Delfino (tuba) e Sidmar Vieira (trompete). A doce voz da produtora Sheyna Adamo aparece na citação incidental de versos adaptados por Mani para o poema do compositor argentino Virgilio Expósito, “Naranjo en Flor”. A técnica de gravação ficou por conta de Fernando Rischbieter e Pedro Vinci, da equipe do selo Matraca Records.

Reforçando a beleza da canção, vem um sublime arranjo de metais, sugerido por Jam, que ajudou a construir o grupo de músicos com Mani Carneiro. “Ficamos encantados quando ouvimos ‘Depois de Agora’ tomar vida pouco a pouco no estúdio YB, técnicos, músicos, todos. Foi um dia incrível, música e clipe gravados num único dia, em um sábado ensolarado de Sampa”, relembra Mani.

O sol que iluminou São Paulo durante a gravação refletiu na energia positiva do single.  “Depois de agora” é uma canção que tanto pode estar falando do encontro com um amor, como do desenlace de uma relação. Encontro ou separação, a interpretação fica por conta do ouvinte. A canção deixou de ser uma “ode ao amor ou pós-amor” e passou a ser, depois de agora, um divisor de águas para a carreira discográfica de Mani Carneiro.

“É depois de agora, o que vem logo adiante, bem ali, aqui na frente. Depois de agora é já. É já é. É o que acontecerá a partir do momento do encontro, do desencontro, do familiar ao inesperado. Do novo você despertado por tudo o que te atinge, te invade e te modifica,” diz o autor.

Assista ao clipe:

Depois de Agora (Mani Carneiro)

Pode ser o senhor ou Senhor do Bonfim

Qualquer senhor de mim

Qualquer senhora

Pode ser Salvador, Pernambuco, Paris

Qualquer lugar e afins

Depois de agora

 

Serei o desenho que alguém riscou

Num caderno rasgado

A cor subvertendo a forma em horas

Sim, podem ser 3 destinos

Do que tiver sorrisos

Não vou embora

E vou te levar comigo

Na certeza que sinto

Depois de agora

 

Pode ser carnaval, eleição ou Zumbi

Qualquer semana aqui

É santa agora

Pode ser um sucesso, fracasso ou sorte

Qualquer caminho a mim

Será escola

 

Verei os poetas dizendo o Amor

Dando gritos no Arpoador

Para os barcos que vão mundo afora

E tornarei um menino

Coletando sorrisos

Numa sacola

Sim, sou senhor do meu íntimo

E a certeza onde sinto,

Minha senhora

E vou te levar comigo

Na certeza que sinto

Depois de agora

 

Depois de agora

Depois de agora.