Intuição e sentimento na forma pura são as marcas de Santos, projeto encabeçado pelo multi-instrumentista carioca Lucas Santos. Neste ano, para manter esse espírito, ele encerra o ciclo do projeto e parte em busca de novas ideias e desafios. O primeiro lançamento dessa fase de despedida é “Vivência”, um EP split com Felipe Neiva. O trabalho está disponível em todas as plataformas de música digital e como álbum visual no YouTube.

Ouça “Vivência”: http://smarturl.it/VivenciaEP

Assista o álbum visual: http://bit.ly/2CKshoi

Em “Vivência”, Neiva e Santos se dividem em quatro faixas – “Crescimento” e “Corrente” são performadas por Lucas, que assina voz e produção, enquanto Felipe assume “Pra Si” e “Inês”, gravadas ao lado dos músicos Daniel Duarte e PH Rocha.

“Esse lançamento representa o início de uma primeira despedida. E pra mim é importante fazer esse formato split com um artista que significa tanto pra mim, como o Neiva. Ele é um irmão que tem uma simetria distante com meus trabalhos. Nós temos isso de gravar muito nos nossos quartos e também de fugir de alguns padrões. Acho que chegamos em lugares interessantes que pouca gente chegou em relação à forma da música”, explica Santos.

Descrevendo seu projeto como “música acidental” e afro-grunge, o artista é envolto por texturas orgânicas e digitais, pela experimentação de diferentes ritmos e timbres para criar canções fazem o encontro do noise com o funk, passeando também pelo folk, shoegaze e pela psicodelia. Seu primeiro trabalho foi o álbum “Suor” (2016), com oito faixas compostas, gravadas e mixadas por ele mesmo.

Em 2017, Santos lançou três EPs, onde registrou versões feitas ao vivo para músicas, em sua maioria, inéditas. Em 2018, o artista lançou seu segundo álbum, “Afeto”, um compilado de composições feitas entre os seis anos que o antecedem, e passeiam sonoramente por uma miscelânea de gêneros e formas de gravação em uma longa jornada sentimental. Após lançar o split com Felipe Neiva, ele divulgará em maio o EP “Delusão” e encerrará o projeto com um álbum em julho.

“Eu me senti muito livre fazendo essas duas músicas, senti que pude imprimir o que queria imprimir, falar do que queria falar. Fico feliz com o resultado”, conclui ele.

Ouça “Vivência”: http://smarturl.it/VivenciaEP

Assista o álbum visual: http://bit.ly/2CKshoi

Ficha Técnica:

“Crescimento” e “Corrente”

Voz e produção por Santos

“Pra Si” e “Inês”

Voz, produção e arranjos por Neiva

Baixo em “Inês” por PH Rocha

Bateria em “Inês” por Daniel Duarte