Tag Archives

Posts with Musidora tag.
Musidora dá “Um Passo de Cada Vez” em seu álbum de estreia

A banda paulistana Musidora traz um novo fôlego ao cenário do indie rock nacional com o lançamento de seu disco de estreia, “Um Passo de Cada Vez”. O trabalho independente trilha a linha tênue entre o dançante e o instrospectivo, propondo novos olhares cotidianos ao som de riffs de guitarra. O disco, produzido por Guilherme Eddino, foi mixado por Jorge Guerreiro, teve sua masterização assinada pelo americano Chris Hanzsek e já está disponível nas principais plataformas de streaming de música.

Ouça “Um Passo de Cada Vez”: http://bit.ly/MusidoraDisco

A faixa-título é, também, a primeira do álbum, traduzindo um momento caótico da vida do vocalista Daniel Keny em forma de música. A banda ressurge otimista em “Abre a janela”, seguida pela melódica “Preciso mudar” e por “Vem Dançar Comigo”, esta última com a participação especial de Ale Labelle, das bandas Trago (ex-NX Zero) e The Monic.

Assista ao lyric video de “Um Passo de Cada Vez”: https://youtu.be/DLFTAx2oD68

Veja o clipe “Vem Dançar Comigo”: https://youtu.be/K-glLCbTH-E

A interação de baixo, guitarra e bateria ganha destaque na intensa “Não me leve a mal”, enquanto a climática “Avatar” traz a sensualidade dos encontros fortuitos virtuais para uma reflexão filosófica sobre a liquidez das relações. Por fim, a imagética “Vestido Preto e Batom Vermelho” abre caminho para as faixas que encerram o disco: “Vazio I” e “Vazio II”.

Para chegar às nove músicas apresentadas em seu primeiro disco completo, a banda lapidou cerca de 20 canções compostas para seu debut. Durante o período de pré-produção, os músicos identificaram a sonoridade que gostariam de atingir e só então começaram a trabalhar nos arranjos.

Musidora (Crédito: Isabelle Andrade)

“A gente queria que o disco apresentasse uma identidade marcante, com bastante groove, um quê de vintage e letras contemporâneas. Após essa lapidação, músicas como Vazio II e Vem Dançar Comigo cresceram muito. Outras, mais roqueiras e alternativas, acabaram ficando de fora do álbum, mas a gente gostaria muito de lançar algumas delas mais pra frente… quem sabe?”, entrega o vocalista Daniel Keny.

Em “Um Passo de Cada Vez”, a Musidora mostra todas as nuances da sua sonoridade, que vem sendo construída desde 2013. Keny se uniu aos amigos Rafael Berti e Victor Gama com o propósito de dar forma às suas grandes referências musicais, mergulhando de cabeça no rock alternativo e indie. A ideia fisgou o quarto integrante, William Nunes, completando o grupo.

“Conversamos bastante sobre como gostaríamos de soar, tanto na gravação quanto no ao vivo, sobre nossas influências mais fortes neste momento e sobre como aproveitar o melhor que sabemos fazer. Acredito que seja um processo de amadurecimento que tivemos em relação às nossas experiências passadas de gravação”, completa Nunes.

Em 2015, a banda lançou o primeiro EP “Mil Pedaços”, com cinco faixas inéditas: “Preciso de Você”, “Nunca Deixe de Amar”, “Nosso Tempo Acabou”, “Mil Pedaços” e “Fim do Mundo”. O registro foi feito no Estúdio Gritaria Mix & Master, da banda Supercombo, com a produção de Pedro Ramos (Supercombo/Tópaz).

Assista o lyric video de “Fim do Mundo”: https://youtu.be/gbBZPi9ezHw

Dois anos depois, em 2017, a Musidora apostou em novo single, e “Convite” chegou com a missão de ganhar novos fãs. A música é uma colaboração com a Anil, banda parceira do coletivo realizado na capital paulista. Desde o lançamento, a faixa caminha para os 20 mil plays no Spotify e entrou em duas playlists oficiais do canal de streaming.

Ouça “Convite”: https://spoti.fi/2s4h5ge

Agora, a Musidora olha para o futuro com o lançamento de seu primeiro disco, ainda com o frescor de uma banda estreante e já trazendo na bagagem anos de estrada e amadurecimento.

Ouça “Um Passo de Cada Vez”: http://bit.ly/MusidoraDisco

Musidora é

Daniel Keny (vocal e guitarra)

Rafael Berti (guitarra)

Victor Gama (baixo)

William Nunes (bateria)

Crédito: Isabelle Andrade

Musidora – “Um Passo de Cada Vez” (2018)

Tracklist

1. Um Passo De Cada Vez

2. Abre A Janela

3. Preciso Mudar

4. Vem Dançar Comigo (feat Ale Labelle)

5. Não Me Leve A Mal

6. Avatar

7. Vestido Preto E Batom Vermelho

8. Vazio I

9. Vazio II

Ficha técnica

Composições: Daniel Keny

Arranjos: Musidora

Produtor musical: Guilherme Eddino

Gravação: Estúdios C4, Family Mob e Veredas (todos em São Paulo)

Mixagem: Jorge Guerreiro

Masterização: Chris Hanzsek

Baterias: William Nunes

Baixos: Victor Gama

Guitarras: Rafael Berti e Daniel Keny

Vozes principais: Daniel Keny

Backing vocals: Rafael Berti e Victor Gama

Pianos, órgãos e sintetizadores: Guilherme Eddino

Agradecimentos a Ale Labelle, Any Brasil, Carol Dodds, Fernanda Lacanna, Filipe Florido, Iran Ribas, Isa Andrade, Jessica Leite e Luis Lopes.

Todos os direitos reservados a Musidora.

Faixa-a-faixa, por Daniel Keny:

Um Passo de Cada Vez:

A música surgiu em um momento em que a minha vida estava um tanto caótica. Mas foi uma fase muito importante, porque consegui afrouxar um pouco a cobrança sobre mim mesmo em relação ao que fazer da vida. A partir dali, passei a tentar reproduzir a leveza das coisas simples nas mais complexas, relações, trabalho e tudo mais. É um exercício constante, mas foi um ponto de virada. Essa foi a primeira música do álbum que finalizamos e tocamos em estúdio. E a gente ficou tão animado com ela, que sentimos que era exatamente como queríamos soar. Passamos a trabalhar nos arranjos das demais para que também transmitissem essa vibe mais dançante, à qual nós estávamos interessados e conectados. Pra gente, “Um Passo” meio que representa tudo que tem nesse álbum, lírica e musicalmente.

Abre a Janela:

Essa música foi uma das mais rápidas que fizemos, já nasceu bem pronta. Ela tem uma batida bem animada e uns efeitos eletrônicos que dão uma pegada moderna. Conversa bastante com o que tem rolado de novo no indie rock daqui e de fora, em questão de instrumental. Tem um refrão forte. Achamos ela muito massa pra tocar em show.

Preciso Mudar:

É um tanto difícil escrever sobre relacionamentos significativos. Essa música é a expressão de um sentimento verdadeiro de buscar a harmonia com quem se ama, procurando reconhecer os próprios pontos falhos na relação. Preciso Mudar é a faixa que traz um respiro na primeira parte do álbum. Ela nos leva imediatamente para outro lugar quando a tocamos, quase um transe. Ao mesmo tempo, oferece uma experiência bem diferente da faixa que a antecede, e é legal sacar como as músicas se amarram às suas respectivas letras. A gente espera que as pessoas também sintam essa chavinha virando quando ouvirem o álbum na sequência.

Vem Dançar Comigo:

Movimento é praticamente um sinônimo de existir. O universo está em movimento o tempo todo. Trazendo isso pra nossa vida cotidiana, movimento significa, pra mim, ação. Um não à passividade. E nada simboliza melhor essa ação do que a dança. É disso basicamente que nós estamos falando: coragem, confiança, evolução. Essa música também traz este significado para nós até pela forma que foi concebida. Ela foi a última a ser finalizada e chegou até a ser 100% regravada, decisão que pediu uma coragem da nossa parte para evoluir na sonoridade que buscávamos.

Não Me Leve a Mal:

Com certeza a faixa mais roqueira do disco, a sonoridade dela nos remete a algumas coisas que escutávamos quando começamos a tocar e, não necessariamente, fazem parte do nosso momento atual. A ideia dessa música surgiu de uma conversa entre eu e o Will. A letra fala da superficialidade das relações amorosas e de uma expectativa que a maioria das pessoas ainda têm, no final das contas, de ter uma relação mais significativa com alguém.

Avatar:

Essa foi a última música a entrar no álbum, composta durante as prés. Achamos que ela é a nossa música mais experimental, tem um instrumental cheio de groove, mas também tem guitarras marcantes. A letra versa sobre a liquidez dos nossos tempos, conceito do filósofo Zygmunt Bauman.

Vestido Preto e Batom Vermelho:

Essa música a gente já tocava em shows desde 2015 e sempre tivemos  um bom feedback do público em relação a ela. Mas demos uma repaginada para deixá-la mais classuda, o Eddino foi muito importante para isso. É a nossa balada do álbum, a letra fala de um encontro muito especial. As cordas no final deixam ela bem elegante.

Vazio I  e Vazio II:

No começo, tudo era uma música só, com variações rítmicas. Era bem alternativa… mas a gente estava quebrando a cabeça pra manter ela na vibe do álbum, pra não destoar. Depois de passar por uma certa simplificação – que demorou dias pra acontecer –  a gente encurtou ela. Mas numa brincadeira com o Gui no piano, fizemos o que hoje é a Vazio I. Decidimos colocar no álbum porque conta uma história. E a Vazio II ficou pura energia.

Acompanhe Musidora

facebook.com/bandamusidora

twitter.com/bandamusidora

instagram.com/bandamusidora

youtube.com/bandamusidora

Musidora surge existencialista no single “Vem Dançar Comigo”

Após os singles “Um Passo de Cada Vez” e “Preciso Mudar”, a banda paulistana Musidora continua em movimento no novo single “Vem Dançar Comigo”. A faixa também convida o ouvinte a pensar o futuro com um olhar mais otimista, encarando os desafios do dia-a-dia. Nessa música, os músicos contam com a participação especial da cantora Ale Labelle, das bandas Trago (ex-NX Zero) e The Monic. A faixa está disponível nas plataformas de música digital e acaba de ganhar um clipe.

Veja o clipe “Vem Dançar Comigo”: https://youtu.be/K-glLCbTH-E

Ouça o single: http://bit.ly/MusidoraVemDancarComigo

“Movimento é praticamente um sinônimo de existir. O universo está em movimento o tempo todo. Trazendo isso pra nossa vida cotidiana, movimento significa, pra mim, ação. Um não à passividade. E nada simboliza melhor essa ação do que a dança. É disso basicamente que nós estamos falando: coragem, confiança, evolução”, reflete o vocalista, guitarrista e compositor Daniel Keny.

A Musidora nasceu em julho de 2013, com Keny, Rafael Berti e Victor Gama se reencontrando após alguns anos e decidindo formar uma banda de rock. Amigos desde o Ensino Médio, eles apostaram em uma sonoridade que refletisse as suas grandes referências musicais, entrando de vez no indie rock e alternativo. A ideia fisgou o quarto integrante, William Nunes, completando o grupo.

Em 2015, a banda lançou o primeiro EP “Mil Pedaços”, com cinco faixas. Dois anos depois, em 2017, a Musidora divulgou o single “Convite”, uma colaboração com a banda Anil. Desde meados do semestre passado apresentando a sonoridade e as faixas que estarão no seu primeiro álbum, “Vem Dançar Comigo” se difere das anteriores por trazer uma participação especial.

“Sempre imaginamos uma voz feminina nessa faixa e a participação da Ale caiu muito bem. Trabalhar com outros músicos é algo que gostamos bastante e, nesse caso, ela trouxe uma leveza e um charme que imaginávamos desde o começo”, comenta William Nunes.

Refletindo movimentos tanto nas letras quanto na sonoridade, a banda se prepara para lançar o disco ainda em setembro. “Vem Dançar Comigo” foi produzida por Guilherme Eddino, foi mixada por Jorge Guerreiro e teve sua masterização assinada pelo americano Chris Hanzsek.

Veja o clipe “Vem Dançar Comigo”: https://youtu.be/K-glLCbTH-E

Ouça o single: http://bit.ly/MusidoraVemDancarComigo

Musidora é

Daniel Keny (vocal e guitarra)

Rafael Berti (guitarra)

Victor Gama (baixo)

William Nunes (bateria)

Crédito: Isabelle Andrade

Vem Dançar Comigo

Letra

Eu já vi esse mesmo filme repetir em pesadelos

Que invadem a noite

Mas tudo que descobri

Não altera o suspense que vem a seguir

Não desfaz o tempo que eu já perdi

Não clareia o céu sem fim sobre mim

Deixa de fingir que sabe

Vem dançar comigo

Deixa de sentir saudade

Vem dançar comigo

Na beira de um vulcão

Sentir medo não apaga os velhos erros

Calor por fora

Frio por dentro

Minha pressa de viver vai passar

Sem demora o tempo vai me roubar o ar

Levar embora tudo que já senti

Deixa de fingir que sabe

Vem dançar comigo

Deixa de sentir saudade

Vem dançar comigo

Vem dançar comigo

Prefiro não saber

Dos mistérios que estão escondidos sobre as nuvens

Se quiser esquecer

Vem dançar comigo sem sapatos sob as nuvens

Deixa de fingir que sabe

Vem dançar comigo

Deixa de sentir saudade

Vem dançar comigo

Deixa de fingir coragem

Vem dançar comigo

Deixa de sentir saudade

Vem dançar comigo

Vem dançar comigo

Acompanhe Musidora

facebook.com/bandamusidora

twitter.com/bandamusidora

instagram.com/bandamusidora

youtube.com/bandamusidora

Musidora canta as imperfeições dos relacionamentos no novo single “Preciso Mudar”

Canção inédita da Musidora, “Preciso Mudar” versa sobre as falhas de uma relação a dois. A sonoridade calcada no alternativo, já mostrada em singles anteriores, marca presença também na faixa, que faz parte do primeiro disco cheio da banda, “Um Passo de Cada Vez”, com lançamento marcado para o dia 17 de agosto.

Ouça “Preciso Mudar”: http://bit.ly/MusidoraPrecisoMudar

“Preciso Mudar” é uma canção que mostra sentimentos verdadeiros e busca harmonia com quem se ama. A letra reconhece os erros e defeitos de um casal, descrevendo a necessidade de mudança de comportamento para preservar a relação. O som leva o ouvinte para uma “viagem” ininterrupta e a letra traz uma reflexão moderna sobre relacionamentos. A música mostra o lado delicado da banda, ao mesmo tempo em que essa sutileza se mistura com o rock alternativo, principal referência dos integrantes.

“‘Preciso Mudar’ nos leva para outro lugar quando a tocamos, quase um transe. Ao mesmo tempo, oferece uma experiência bem diferente da faixa que a antecede, e é legal sacar como as músicas se amarram às suas respectivas letras. A gente espera que as pessoas também sintam essa chavinha virando quando ouvirem o álbum na sequência”, conta Daniel Keny, vocalista e guitarrista.

Além dele, a Musidora é formada por Rafael Berti (guitarra), Victor Gama (baixo) e William Nunes (bateria). O quarteto paulistano lançou recentemente o primeiro single do álbum homônimo, “Um Passo de Cada Vez”, com lyric video. A banda possui ainda um EP na carreira, “Mil Pedaços” (2015), e o single “Convite” (2017), lançado em parceria com a banda Anil.

Ouça “Preciso Mudar”: http://bit.ly/MusidoraPrecisoMudar

Crédito: Isabelle Andrade

Ficha Técnica

Compositor: Daniel Keny

Arranjos: Musidora e Guilherme Eddino

Produtor musical: Guilherme Eddino

Mixagem: Jorge Guerreiro

Masterização: Chris Hanzsek

 

Letra

Preciso Mudar

 

Eu não quero ser só mais um clichê

Com data de fabricação e pra expirar

Não te levei flores, não quis te convencer

A sinceridade nos bastou

 

Hoje sou retrato no seu mural

Passado é rascunho e tanto faz

Importa o sentimento de agora

Memórias são histórias que ficaram pra trás

 

Se a minha raiva me calar

O silêncio é o meu jeito de não te ferir

Falo coisas sem pensar

Preciso mudar

 

Me perco nos detalhes, tenta entender

Às vezes a razão me deixa

Fico confuso, largado à própria sorte

Você é o meu norte

 

Hoje sou retrato no seu mural

Passado é rascunho e tanto faz

Importa o sentimento de agora

Memórias são histórias que ficaram pra trás

 

Se a minha raiva me calar

O silêncio é o meu jeito de não te ferir

Falo coisas sem pensar

Preciso mudar

Preciso mudar

 

Se a minha raiva me calar

O silêncio é o meu jeito de não te ferir

Falo coisas sem pensar

Preciso mudar

Preciso mudar