Tag Archives

Posts with Sound Bullet tag.
Sound Bullet lança clipe “Atlas”, gravado no Canadá

A Sound Bullet dá continuidade ao ciclo de seu álbum “Terreno”, lançado em 2017 pela Sagitta Records, com o clipe para o single “Atlas”. Traduzindo a sensação de não-pertencimento da letra, a lente acompanha a realidade de um imigrante ocupando o espaço público em um país que lhe é estranho. O vídeo foi gravado em Vancouver, no Canadá, e tem roteiro, direção e edição de Lucas Bellator.

Assista a “Atlas”: https://youtu.be/os0qHtO-8xI

Com o clipe, a Sound Bullet começa o fim do ciclo de “Terreno”, disco que completou um ano em setembro. Neste período, a banda venceu o concurso EDP Live Bands, o que lhe garantiu um show no festival NOS Alive, em Portugal, além do contrato de um álbum com a Sony Music.

Enquanto pensam no sucessor de “Terreno”, os integrantes contaram com a parceria de Lucas Bellator, com quem já haviam colaborado em outros vídeos, para dar vida à interpretação visual de “Atlas”. Assim, toda a concepção foi realizada à distância, em uma ponte entre Rio de Janeiro e Vancouver feita via mensagens de texto, conferências online e e-mails.

Veja Sound Bullet no NOS Alive: https://youtu.be/WDjmKzw2Kc0

“A gente queria que o diretor, que estava passando uns tempos no Canadá, fizesse uma leitura sobre a música e usasse da forma que lhe conviesse a ideia da canção. Ele roteirizou essa história de um homem passando um final de semana na cidade, onde eventualmente coisas dão certo, coisas dão errado. Apesar de sair agora, esse clipe começou a ser pensado no final de 2017. Nós somos músicos, damos nossas pinceladas em outros ramos artísticos, mas não temos a pretensão de escrever um roteiro ou formular ideia profundas para um vídeo. Ter alguém como o Lucas que possa entender nossos anseios, ao mesmo tempo que interpreta da maneira que quiser a nossa música para a partir daí construirmos juntos o clipe, é bem divertido”, reflete o vocalista e guitarrista Guilherme Gonzalez.

Sound Bullet (Foto por Pedro Guarilha)

Ao lado dele, a Sound Bullet é formada por Fred Mattos (baixo), Rodrigo Tak-ming (guitarra), Henrique Wuensch (guitarra) e Pedro Mesquita (bateria). Além de “Terreno”, que contou com a produção de Patrick Laplan (Rodox, Planar), os músicos trazem no currículo o EP “Ninguém está sozinho”, produzido por Diogo Strausz (Alice Caymmi, Castello Branco), e o single “When It Goes Wrong”, gravado no projeto Converse Rubber Tracks e que já soma mais de 800 mil audições apenas no Spotify.

Veja o clipe de “Amanheci”: https://youtu.be/9hUbMaHGE6A

Confira “Em Um Mundo de Milhões de Buscas”: https://youtu.be/8m-L81uDirw

“Atlas” é o terceiro clipe oficial do disco – juntamente de “Amanheci” e “Em um mundo de milhões de buscas” – e mais um exemplo de colaboração de peso da Sound Bullet, que conta com Aline Lessa nos vocais. Agora, a banda mira no futuro ao se preparar para a pré-produção de seu próximo disco de estúdio, que será lançado pela Sony Music Brasil.

Assista a “Atlas”: https://youtu.be/os0qHtO-8xI

Ouça “Terreno”: http://bit.ly/SoundBulletTerreno

Ficha técnica:

Direção e roteiro – Lucas Bellator

Produção – Silva Home Movies

Assistência de Fotografia/Edição – Jaqueline Packowski

Elenco – Ze Vicente, Ronan Ashbury, Viviane Chiamulera, Bruno Lima, Lucas Bellator

Cenas internas gravadas no Seabus, Vancouver Public Library, Browns Crafthouse, Three Brits Public House

Cenas externas – Downtown Vancouver e arredores

Sound Bullet – Atlas

Enquanto eu finjo que não sei

Meu corpo tende a me entregar

Eu não pertenço a esse lugar

Enquanto evito perceber

Ainda incomoda o sussurrar

São vozes a me vigiar

Eu não sei de onde vem

Escuridão me fez refém

Suportar o que me ancora ao vão

É me esquivar do que me deixa são

Já não consigo me esconder

Pessoas tentam me entregar

E assim me forço a concordar

Eu já não finjo que não sei

Meu corpo tende a aceitar

O meu manto e seu pesar

Suportar o que me ancora ao vão

É me esquivar do que me deixa são

Sound Bullet lança lyric video para a faixa “Doxa” e faz show no festival NOS Alive, em Portugal

Antes de aterrissar em Portugal, onde se apresenta no Festival NOS Alive como vencedora do concurso EDP Live Bands, a Sound Bullet lança o lyric video da faixa “Doxa”. A realização ficou a cargo de Henrique Bapp e traz uma interpretação visual para a canção que remete a quadrinhos e ficção científica.

Confira o lyric video de “Doxa”: https://youtu.be/p1eXbaet1Rw

Ouça “Doxa”: http://bit.ly/SBDoxa

Desde o final de 2017, a Sound Bullet se consolidou como um dos destaques do indie rock brasileiro com o lançamento de seu álbum “Terreno”, produzido por Patrick Laplan. O trabalho se inspirou na ficção científica e aborda temáticas como o papel de cada um na busca por uma sociedade melhor, empatia, as responsabilidades da vida adulta e as relações na vida urbana. “Doxa” é uma das faixas mais pesadas do álbum.

“‘Doxa’ fala sobre como as pessoas têm opiniões que consideram ser verdades absolutas, e ao mesmo tempo, em como elas são mutáveis. Por exemplo, em determinado momento da música, o eu lírico defende fortemente sua opinião, depois reconhece seus ‘erros’, se abre para uma nova ‘verdade’ e passa a defendê-la da mesma forma como fazia com a anterior. É uma crítica à imposição dessas verdades absolutas, e de como elas não têm lado. Nada é 100% bom ou 100% ruim, assim como ninguém está totalmente certo, ou totalmente errado. Assim, tentamos apresentar essas contradições dentro da música”, conta o vocalista e guitarrista Guilherme Gonzalez.

Além dele, a banda é formada por Fred Mattos (baixo), Rodrigo Tak-ming (guitarra), Henrique Wuensch (guitarra) e Pedro Mesquita (bateria). Antes do álbum “Terreno”, a Sound Bullet lançou também o EP “Ninguém está sozinho”, produzido por Diogo Strausz; e o single “When it Goes Wrong”. Gravada no Converse Rubber Tracks, a música foi escolhida como representante mundial do projeto, alavancando a banda para mais de 700 mil plays no Spotify. O início do trabalho em “Doxa” data ainda da produção do EP.

“Os primeiros trechos dessa música são bem antigos, de 2012. Principalmente, o riff que o Fred criou. Começamos a trabalhar no meio de 2015 e decidimos tentar usar a guitarra em drop D, fazer algo um pouco mais pesado do que o que vínhamos fazendo regularmente”, revela Guilherme, orgulhoso da faixa.

Sound Bullet (Foto por Pedro Guarilha)

A Sound Bullet irá se apresentar no festival português NOS Alive no dia 13 de julho, no Passeio Marítimo Algés. Nesta edição o evento terá atrações como Queens of the Stone Age, Pearl Jam, Portugal The Man, CHVRCHES, The National, Franz Ferdinand, e muitos outros.

O sentimento de tocar no evento vai ser diferente para os músicos, que integram o mesmo line-up que uma das bandas que mais os inspiraram: o Arctic Monkeys. Presenteando os fãs, a Sound Bullet lançou também sua própria interpretação de “The View From The Afternoon”, hit do início da carreira da banda inglesa.

Confira o lyric video de “Doxa”: https://youtu.be/p1eXbaet1Rw

Ouça “Doxa”: http://bit.ly/SBDoxa

Ouça “The View From The Afternoon”: http://bit.ly/SoundBulletTVFTA

Prestes a se apresentar em Portugal, Sound Bullet lança cover de Arctic Monkeys

Após ganhar o concurso EDP Live Bands, a banda carioca Sound Bullet se tornou uma das atrações do festival português NOS Alive. O sentimento de tocar no evento vai ser diferente para os músicos, que integram o mesmo lineup que uma das bandas que mais os inspiraram: o Arctic Monkeys. Para comemorar esse momento, a Sound Bullet disponibiliza nas plataformas de streaming uma versão de “The View From The Afternoon”.

Ouça “The View From The Afternoon”: http://bit.ly/SoundBulletTVFTA

“Sem o Arctic Monkeys, não existiria Sound Bullet. Quando formamos a banda ao lado do nosso antigo guitarrista, eu e o Fred ouvíamos os dois primeiros álbuns do Arctic todo dia. Na época, o Humbug nem tinha sido lançado. Inclusive, demoramos um pouco pra assimilar ele. O nosso indie veio todo daí e depois fomos adicionando outras coisas, até chegar onde estamos hoje”, conta o vocalista e guitarrista Guilherme Gonzalez.

Arte de capa por Marina Jacome

Além dele, a banda é formada por Fred Mattos (baixo), Rodrigo Tak-ming (guitarra), Henrique Wuensch (guitarra) e Pedro Mesquita (bateria). A versão da Sound Bullet para a faixa que abre o disco de estreia do Arctic Monkeys foi concebida em 2016, quando foram convidados para um tributo comemorando 10 anos do disco “Whatever People Say I Am, That’s What I’m Not”. A banda gravou sua releitura, mas o álbum nunca foi lançado.

“Tentamos dar um pouco a nossa cara, sem perder a pegada original. Foi propositalmente feita de uma forma mais próxima ao pensamento deles. Apesar de lançada agora, essa versão parece uma transição para ao nosso disco, que foi gravado alguns meses depois”, explica Gonzalez.

Desde o final de 2017, a Sound Bullet se consolidou como um dos destaques do indie rock nacional com o lançamento de seu álbum “Terreno”, produzido por Patrick Laplan. Com uma sonoridade contagiante, o trabalho foi considerado pela crítica especializada um dos melhores discos do ano.

Ouça “Terreno”: http://bit.ly/SBTerreno

Sound Bullet (Foto por Pedro Guarilha)

Além disso, a Sound Bullet traz no currículo o EP “Ninguém está sozinho”, produzido por Diogo Strausz; e o single “When it Goes Wrong”. Gravada no Converse Rubber Tracks, a música foi escolhida como representante mundial do projeto, alavancando a banda para mais de 700 mil plays no Spotify.

Ouça “When It Goes Wrong”: https://youtu.be/dkTMt_aFIuY

A Sound Bullet irá se apresentar no festival português no dia 13 de julho, no Passeio Marítimo Algés. Nesta edição o NOS Alive terá atrações como Queens of the Stone Age, Pearl Jam, Portugal The Man, CHVRCHES, The National, Franz Ferdinand, e muitos outros. Todos os ingressos já estão esgotados.

Ouça “The View From The Afternoon”: http://bit.ly/SoundBulletTVFTA

Confira o lineup completo: http://nosalive.com/